Porta-copo de gatinho para o jogo de chá (molde gratuito - Baker Ross) - parte 2

Para quem curte gatos, que tal um porta-copo de gatinho? - Desculpem a foto acima em má qualidade, tive de tirá-la do celular... :) 

 

No post anterior, mostrei como fiz os gatinhos azul e preto (confira neste link). Agora, promessa é dívida: vou falar um pouquinho sobre o gatinho laranja. 

 

Esse é um projeto da loja britânica Baker Ross e disponibilizado gratuitamente em seu blog (AEEEEE!). :D O desenho original é da designer de produto Katie, mas fiz algumas modificações no molde para deixá-lo mais a minha cara.  :)

 

Bom, vamos lá...

 

Gatinho laranja

 

 

 

 Cortei todas as partes do corpo segundo o molde original. No entanto, no projeto, sugere-se que se corte apenas uma vez cada patinha e eu optei por cortar duas. Explico logo abaixo porquê.  

 

Colei todas as partes pequenas com um pouquinho de cola silicone. Evitei ao máximo deixar cola muito na ponta para não atrapalhar o caseado. 

 

Desenvolvi um molde em tamanho menor do que o original para cortar no papel paraná e fazer o recheio da peça. Achei que precisava dar mais firmeza ao corpinho do gato.

 

Bordei à mão livre os detalhes das patinhas e a boquinha do bichinho.

 

 

No modelo original, as patinhas do gato não precisam de enchimento, eles são costurados diretamente no corpo só para dar um breve efeito 3D. Mas eu achei que ia ficar mais bonitinho se essas partes estivessem gordinhas. Então caseei cada pata com fio duplo de meada na cor laranja e recheei com enchimento de silicone (mas pouco, hein! Só para dar um leve volume).

 

 Para o corpo, usei na barriga ponto alinhavo e fio duplo de meada na cor marrom (na verdade, nem precisava, mas eu achei que valorizou ainda mais a peça),  e uni as partes como um sanduíche (tecido + papel + tecido). Caseei tudo com fio laranja, mas dessa vez tomando cuidado para que o fio não invadisse os detalhes em preto nas laterais nem a partezinha branca no rabo. 

 

Para a cabecinha, caseei também com fio laranja e pus enchimento de silicone. Dessa vez, fiz os olhos em feltro também, mas acho que se eu tivesse feito em miçanga como fiz no gatinho azul ia ficar até mais bonito.

 

Posicionei tudo e colei cada parte com uma gotinha de cola quente (no projeto original a artesã sugere costurar as partes com ponto invisível). 

 

 Moldes e afins II

 

O molde original está neste link aqui: molde dos gatinhos.

 

Eu salvei o arquivo no computador e o abri em PDF. Usei-o no tamanho 100% (só olhar na parte de cima da tela do programa que vocês verão uma caixinha com essas porcentagens. Ela determina o tamanho do molde).

 

Para o recheio em papel paraná, fiz um molde específico, que é este aqui: 

 

 

Na hora de imprimir, verifique se o quadradinho acima está com 4cm de lado na folha impressa. Assim, ele vai casar certinho com o molde original que Katie criou.

 

E este é o post original da Baker Ross: link.

 

 

Perguntas

 

Algumas meninas que já estão se preparando para fazer essa fofura me perguntaram sobre limpeza e impermeabilização. Bom, vou dar uma sugestão, mas tenham parcimônia em indicar isso ao cliente...

 

Eu passei uma camada de spray de cabelo, como um impermeabilizante. A ideia de misturar água e termolina e borrifar na peça também é legal. Não é uma garantia que vai durar para sempre, mas ajuda a não formar bolinha, a não sujar muito...

 

Molhar ou não molhar, eis a questão... Não molhar. O feltro ainda seca, mas o papel sempre será um risco. Mesmo o paraná que é mais firme. Então, evitem. Se molhar com água ou chá, basta pôr na sombra e esperar a peça secar por completo. O papel inclusive ficará mais rígido. Mas se molhar de café ou leite... Nem sei qual o melhor procedimento, confesso. 

 

Acho que uma boa ideia é passar um pano úmido na peça para retirar o excesso do líquido derrubado e depois deixar secá-la à sombra. No mais, evite colocar sobre ele xícaras muuuuuito quentes.  O feltro por si só é bastante delicado.

 

Então, é assim... É lindo, dá para fazer para casa e para a venda. Mas é para ser usado em ocasiões especiais. ;)

 

PS: se alguém já tentou passar verniz no feltro, nos conte como foi a experiência e se funciona. 

 

PS 2: a artesã Juliana Brito, do ateliê Arte & Bordado, sugeriu colocar EVA em vez o papel paraná.  Acho que pode funcionar super!  Pelo menos se molhar, o EVA segura bem a onda, né?  Valeu, Ju!  :D

 

É isso... O que acharam, meninas? Não se esqueçam de comentar no Facebook.

 

Bjos! :D

 

Please reload

Quem faz o Sr.Feltrim
Paula Maria Prado
Jornalista por profissão, escritora por paixão e arteira nas horas vagas...
Posts Destacados

Broche 'Buquê de flores' #Molde

January 30, 2015

1/1
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Procure por Tags
Please reload