Somos mais de 8,5 milhões de artesãos


De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísica), o Brasil registrou um crescimento no setor de artesanato nos últimos anos. Os dados de 2009 –mais recentes-- mostram que já na época havia cerca de 8,5 milhões de artesãos no país e que o setor movimentava mais de R$ 50 bilhões por ano.

As razões para o aumento do índice de artesãos são diversas e vão desde a necessidade de aumento de renda e busca por opções para driblar a crise até a desvalorização dos produtos industrializados – sim, acredite, as pessoas estão em busca de produtos originais e exclusivos!

Do total de artesãos, 87% é composto por mulheres com perfil empreendedor que, em um primeiro momento, tinham o artesanato como passatempo até enxergarem nele a possibilidade de comercializar os seus produtos para gerar renda.

“A verdade é que o artesanato hoje é muito amplo e envolve até mesmo trabalhos com intervenções digitais. Vivemos um momento de uma revalorização do artesanal em contraponto à desvalorização ocorrida com a industrialização e a produção em massa”, afirmou Carlos Curioni, CEO da Elo7, um espaço on-line para venda de produtos artesanais e que reúne atualmente 55 mil artesãos ativos.

Perfis

Segundo pesquisa realizada pelo Elo7, com base nos artesãos cadastrados em sua plataforma, mais de 90% das microempresárias da rede são mulheres, cujas idades variam entre 45 e 58 anos, que aprenderam a arte com suas mães e avós e têm o objetivo de contribuir com a renda familiar vendendo as suas produções.

Apesar da grande variedade de produtos artesanais feitos no país, destacam-se aqueles realizados em cerâmica, madeira, fibras, rendas e bordados. E, no marketplace, os principais produtos vendidos estão nas categorias “Aniversários e festas”, “Lembrancinhas”, “Bebê”, “Casamento” e “Decoração”.

Ainda de acordo com eles, algumas regiões trazem produções com matérias primas específicas: na região Norte, por exemplo, é comum o uso de sementes e látex, já no Sul usa-se muito a lã. Em todo o litoral brasileiro, boa parte dos produtos artesanais ganham conchas em sua confecção. Por fim, no Centro-Oeste, o capim dourado é bastante utilizado.

É isso, meninas... Gostam de matérias sobre dados? Não esqueçam de comentar no Facebook.

Super beijo! ;)

--

Imagens:

Pintura: obra "Operários", de Tarsila do Amaral - reprodução da web

Imagens de produtos: reprodução da web

Quem faz o Sr.Feltrim
Paula Maria Prado
Jornalista por profissão, escritora por paixão e arteira nas horas vagas...
Posts Recentes
  • Facebook Black Round
  • Pinterest Basic Black
  • Instagram Basic Black

© 2015 por Paula Maria Prado

Contato:  srfeltrim@gmail.com

(São José dos Campos - SP)

 

Tel: 012-99144-0677